Cultura

Teatro: Companhia lusa distinguida na Rússia

A companhia Teatro Meridional, dirigida por Miguel Seabra e Natália Luíza, foi distinguido na 12ª edição do Prémio Europa Novas Realidades Teatrais. Peter Stein, um dos principais autores do teatro alemão do século XX, foi o vencedor do Prémio Europa
Versão para impressão
A companhia Teatro Meridional, dirigida por Miguel Seabra e Natália Luíza, foi distinguido na 12ª edição do Prémio Europa Novas Realidades Teatrais. Peter Stein, um dos principais autores do teatro alemão do século XX, foi o vencedor do Prémio Europa de Teatro. Ambos os galardões foram atribuídos pela União dos Teatro da Europa (UTE).

Em comunicado oficial da UTE, o júri do Novas Realidades Teatrais refere que premiou o Teatro Meridional pela sua aposta numa “política de reportório que alia níveis artísticos elevados à abertura a novos textos literários” e explora  “os textos de ficção e as tradições orais com uma curiosidade aguda e uma atenção antropológica para com a vida humana em geral, afirmando, por outro lado, a dignidade humana e reivindicando a tolerância e a aceitação do Outro”.

A mesma distinção estendeu-se aos artistas Viliam Docolomanský (Eslováquia/República Checa), Katie Mitchell (Reino-Unido), Andrey Moguchiy (Rússia), Kristian Smeds (Finlândia) e à companhia islandesa Vesturport Theatre.

Já o Prémio Europa de Teatro, atribuído a Peter Stein, foi criado em 1986, como projeto-piloto da Comissão Europeia, e reconhecido pelo Parlamento Europeu em 2002. À terceira edição, foi-lhe associada a atribuição do Prémio Novas Realidades Teatrais.

[Notícia sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório