Ambiente

Tailândia: 779 tartarugas libertadas para o mar

As tartarugas marinhas encontram-se há muito em risco de extinção na Tailândia. O programa implementado para a sua conservação, em 1992, trata com especiais cuidados todos os exemplares, fortalecendo-os para depois os libertar no mar. Assim aconteceu
Versão para impressão
As tartarugas marinhas encontram-se há muito em risco de extinção na Tailândia. O programa implementado para a sua conservação, em 1992, trata com especiais cuidados todos os exemplares, fortalecendo-os para depois os libertar no mar. Assim aconteceu esta terça-feira, com a devolução de 779 tartarugas ao mar.

A maioria das tartarugas libertadas para o mar têm entre os três e os seis meses, sendo que nasceram e foram criadas no centro de conservação tailandês, com todas as condições que lhes permitam tornar-se mais fortes e sobreviver.

Após a realização de vários exames médicos, foram também instalados microships em cada um dos animais, para que possam ser monitorizados.

Apesar de o aquecimento global ameaçar constantemente estas espécies, as taxas de sobrevivência destas tartarugas que, anualmente, são lançadas no mar têm vindo a aumentar, de acordo com o canal televisivo ITN.

Esta cerimónia foi também dedicada à rainha Sirikit da Tailândia, que na próxima quinta-feira celebra 78 anos.



[Notícia sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório