Cultura

“Tabu” eleito Melhor Filme Estrangeiro no Brasil

É português o melhor filme estrangeiro exibido no Brasil em 2013. Tabu, do realizador Miguel Gomes, foi distinguido pela Associação Brasileira de Críticos, esta quinta-feira, numa competição onde concorriam 398 longas-metragens brasileiras e estrange
Versão para impressão
É português o melhor filme estrangeiro exibido no Brasil em 2013. Tabu, do realizador Miguel Gomes, foi distinguido pela Associação Brasileira de Críticos, esta quinta-feira, numa competição onde concorriam 398 longas-metragens brasileiras e estrangeiras.
 
Na página da associação é explicado que a eleição é realizada em duas voltas, pois “é precedida de amplo debate via internet, onde todos os seus membros, de todo o Brasil, têm a oportunidade de defender as suas preferências e pontos de vista críticos”.
 
“Tabu” estreou-se a 28 de Junho do ano passado, no Brasil, e tinha sido já vencedor do melhor filme do ano no país, pela Liga brasileira dos Blogues Cinematográficos. Miguel Gomes, junta-se assim ao norte-americano Terrence Malick e ao iraniano Asghar Farhadi, realizadores distinguidos em anos anteriores.
 

A Abraccine, fundada em Julho de 2011, reúne mais de uma centena de associados, em todos os Estados brasileiros.

 
O filme português, uma coprodução entre Portugal, França, Alemanha e Brasil, foi rodado a preto e branco e conta a história de um romance passado entre a atualidade, em Portugal, e o passado, numa África colonial.
 
Depois da estreia no Brasil, o jornal Folha de São Paulo, escreveu que “na trama, um casal luta contra tudo e todos pelo seu amor, numa África recriada a partir de um alienado imaginário forjado pelo cinema hollywoodiano”.
 
O filme de Miguel Gomes tem sido muito premiado. Foi eleito pela imprensa francesa e pelas revistas especializadas Cahiers du Cinema (França), Sight & Sound (Reino Unido) e também pela norte-americana New Yorker, como um dos dez melhores filmes de 2012.
 
Em França, Tabu teve mais de cem mil espetadores e foi finalista do Prémio LUX de Cinema Europeu, atribuído pelo Parlamento Europeu. Para além disso, ganhou ainda prémios nos festivais de Las Palmas, em Espanha, Avvantua, na Croácia, e de Ghent, na Bélgica.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub