Ambiente

Suíça: 30% prescindem do uso do automóvel

O número de cidadãos suíços que recorrem ao uso de transportes públicos em detrimento do uso do automóvel está a aumentar. Esta é a conclusão do estudo realizado pelo Instituto de Ciências Políticas da cidade de Lucerna. Basileia é a cidade onde a te
Versão para impressão
O número de cidadãos suíços que recorrem ao uso de transportes públicos em detrimento do uso do automóvel está a aumentar. Esta é a conclusão do estudo realizado pelo Instituto de Ciências Políticas da cidade de Lucerna. Basileia é a cidade onde a tendência é mais evidente: metade da sua população não utiliza veículos privados.

Em 1994, o número total de habitantes que renunciava ao uso do automóvel fixava-se nos 13 por cento. Atualmente, o valor corresponde a 30 por cento, o que significa que 300 mil pessoas circulam no país de bicicleta, a pé ou na rede de transportes públicos.

O Instituto que realizou o estudo é também responsável pelo Clube dos Suíços sem Carro (CAS), uma associação que integra o World Carfree Network.

Ressalva-se ainda que os cidadãos que não compram carro vão utilizando-o pontualmente, preferindo nesse caso alugar uma viatura.

Os habitantes que renunciam ao uso do veículo privado pertencem a uma elite urbana com rendimentos consideráveis e com formação superior, mais conscientes das questões ambientais.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório