Inovação e Tecnologia

Start-up lusa recebe um 1ME da Comissão Europeia

Uma start-up portuguesa que desenvolve tecnologias na área da reabilitação motora de doentes com AVC vai receber 1 milhão de euros da Comissão Europeia no âmbito do programa do Horizonte 2020.
Versão para impressão
Uma start-up portuguesa que desenvolve tecnologias na área da reabilitação motora de doentes com AVC vai receber 1 milhão de euros da Comissão Europeia no âmbito do programa do Horizonte 2020.

 
A solução pensada pela Sword Health visa o desenvolvimento de um sistema inovador e sustentável que permite auxiliar na terapia de reabilitação motora para pacientes que sofreram um AVC que pode ser usado no hospital ou em casa sem necessidade de supervisão. O sistema alia a tecnologia a métodos terapêuticos orientados à neurociência, para maximizar a terapia e assim potenciar a recuperação dos pacientes.
 

 
Em concreto, o sistema SWORD é composto por um dispositivo que é usado pelo paciente e que analisa o seu desempenho motor durante a execução de exercícios de reabilitação, enviando estes dados para um dispositivo móvel que dá 'feedback' em tempo real sobre o desempenho do paciente; o sistema inclui também uma plataforma 'cloud' que analisa os dados de cada sessão de reabilitação, e que estão acessíveis à equipa médica.

O investimento de um milhão ser-lhe-á entregue a fundo perdido pela CE, no âmbito da Fase 2 do programa de apoios a pequenas e médias empresas (PME) inovadoras, chamado SME Instrument, integrado no Horizonte 2020.

A empresa, criada há dois anos, é liderada por quatro investigadores portugueses, e tem sede na Baixa do Porto e incubação virtual na Startup Braga. A Sword Health propõe-se a reinventar a forma como se faz a recuperação de doentes com acidentes vasculares cerebrais (AVC), esclerose múltipla, e outras manifestações cerebrais que afetam as capacidades motoras.

Em comunicado de imprensa enviado ao Boas Notícias, Vírgilio Bento, diretor-executivo e engenheiro fundador da Sword Health, refere que “o projeto aprovado pela CE tem a duração de 24 meses”.

“O nosso foco estará agora nos dados resultantes das sessões de reabilitação e na possibilidade de os transformar em informação e conhecimento que permitem desenhar programas de reabilitação específicos para as condições individuais de cada doente”, acrescenta.
 
Entre as 134 empresas europeias que a CE já seleccionou para apoiar com fundos da Fase 2 do SME Instrument, a SWORD Health é a primeira portuguesa. À Fase 1, tiveram já acesso seis empresas portuguesas.

Parceria com cadeia de hospitais norte-americanos

No final de 2014, a SWORD Health tornou-se a primeira empresa portuguesa a ser aceite na Aging 2.0, a maior aceleradora de negócios do mundo para empresas da área da saúde, com ênfase em soluções para a melhoria da qualidade de vida da 3.ª idade. 

Através da incubadora norte-americana, a empresa conseguiu assinar, em Dezembro passado, uma parceria com a maior cadeia de centros de reabilitação dos EUA, a Genesis Rehab. É um grupo com 2.100 centros hospitalares, 18.000 terapeutas, que reabilitam mais de 45.000 doentes por dia. 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório