Negócios e Empreendorismo

Souto Moura vence ‘Nobel’ da Arquitetura

O arquiteto português Eduardo Souto de Moura foi esta segunda-feira declarado vencedor do Prémio Pritzker 2011, o mais alto galardão da área, considerado uma espécie de 'Nobel` da Arquitetura.
Versão para impressão
O arquiteto português Eduardo Souto de Moura foi esta segunda-feira declarado vencedor do Prémio Pritzker 2011, o mais alto galardão da área, considerado uma espécie de ‘Nobel’ da Arquitetura.

No anúncio do prémio o júri referiu o estádio do Braga e o museu Casa das História de Paula Rego [na foto] como algumas das principais obras do arquiteto e enalteceu a sua capacidade para misturar nos seus projetos características opostas como “o poder e a modéstia, a coragem e a subtileza”.

Souto Moura irá receber uma quantia de 100 mil dólares e um par de medalhas em bronze. A cerimónia oficial de entrega do prémio terá lugar em Junho, na cidade de Washington.

Nascido em 1952, no Porto, Eduardo Souto Moura é o segundo arquiteto português a receber esta distinção, depois de Álvaro Siza Vieira ter vencido em 1992. E junta o seu nome aos de outros grandes arquitetos mundiais, como Oscar Niemeyer, Frank Gehry, Jean Nouvel e Rem Koolhaas.

[Notícia sugerida por Alexandra Maciel, Vítor Fernandes, Nuno Santos, Tiago Fonseca, Hugo Mota e Joana Marques]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub