Sociedade

Solidariedade: nadar de Peniche até às Berlengas

O nadador português Miguel Arrobas vai fazer a travessia a nado entre a praia do Baleal e a ilha da Berlenga no próximo sábado. A iniciativa integrada no projeto de responsabilidade social "Nado por eles" vai permitir que com cada quilómetro percorri
Versão para impressão
O nadador português Miguel Arrobas vai fazer a travessia a nado entre a
praia do Baleal e a ilha da Berlenga no próximo sábado. A iniciativa
integrada no projeto de responsabilidade social “Nado por eles” vai
permitir que com cada quilómetro percorrido uma criança possa fazer um
exame hospitalar.

“Escolhi nadar por alguém, para que por cada quilómetro que nade uma criança da Casa do Gaiato tenha acompanhamento hospitalar”, afirmou à agência Lusa o nadador olímpico.

Miguel Arrobas será acompanhado pelo também nadador Christian Andérica (Espanha). Irão partir da praia do Baleal no sábado, dia 7 de Agosto, como forma de também promover a candidatura do arquipélago das Berlengas às “7 Maravilhas Naturais de Portugal”.

Neste âmbito seis nadadores associam-se a esta iniciativa para divulgar a candidatura. Filipa Tavares, Nuno Felício, José dos Santos Correia, Daniel Delgado e Manuel Fialho Silva vão participar numa prova de estafeta entre a ilha da Berlenga e o cais da ribeira, em Peniche.

Este desafio irá marcar o início das travessias que serão realizadas no âmbito da parceria existente entre HPP (Hospitais Privados de Portugal) e Miguel Arrobas, um dos 13 embaixadores da “Saúde Nova Geração”, que visa dar visibilidade a este projeto de responsabilidade social – Nado por Eles.

Miguel Arrobas, 35 anos, tem como objetivo fazer a nado as sete maiores travessias do mundo, ainda nunca conseguidas no seu todo por qualquer nadador.

Em 2007 o nadador olímpico em conjunto com Nuno Vicente fez pela primeira vez a nado a travessia Berlenga – Peniche e Farilhões – Peniche. Miguel Arrobas acredita que esta travessia Baleal-Berlenga “vai ser mais difícil [que em 2007] por sair pelo lado norte e encontrar ventos e correntes contra e água muito fria”.

Será assim um bom treino para conseguir realizar todas as sete maiores travessias do mundo, entre elas: o Canal da Mancha; o Estreito de Gibraltar; o Canal de Catalinha, nos EUA e já concretizado por Christian Andérica; o canal de Molokai (Hawai); o Canal da Irlanda (entre Irlanda e Escócia); o Estreito de Cook (Nova Zelândia) e o Canal de Tsugaru (Japão).

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório