Mundo

Solidariedade junta 400.000 euros para tratar menino

Alexander Novakovic, um menino inglês de sete anos diagnosticado com um tumor maligno no cérebro, parte, esta segunda-feira, para Boston, nos EUA, onde vai dar início a um tratamento que poderá salvar-lhe a vida. Tudo graças à união da comunidade.
Versão para impressão
Alexander Novakovic, um menino inglês de sete anos diagnosticado com um tumor maligno no cérebro, parte, esta segunda-feira, para Boston, nos EUA, onde vai dar início a um tratamento que poderá salvar-lhe a vida. Tudo graças à união da comunidade, que se mobilizou e, em pouco mais de uma semana, conseguiu juntar mais de 400.000 euros – um valor muito superior ao necessário para pagar a terapia, ainda pouco comum e muito cara.
 
“É fantástico [o que a população conseguiu]. Dá-me muita esperança e deixa-nos muito entusiasmados. O Alex está deliciado. Estou muito agradecida a todos aqueles que estão a ajudar o meu filho”, conta Jasmine Novakovic, a mãe do menino, em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.
 
O pequeno Alex foi diagnosticado com um tumor cerebral em estado muito avançado no final do ano passado e, embora a taxa de sobrevivência fosse baixa, o menino respondeu bem à quimioterapia, o que fez com que, aconselhados pelos médicos, os pais decidissem tentar um tratamento inovador – a radioterapia de protões – com resultados, por norma, mais eficientes, e com menos consequências para os órgãos saudáveis.
 
Porém, os custos desta terapia disponível no Massachusetts General Hospital – que ascendem aos 300.000 euros – só puderam ser cobertos graças à solidariedade da comunidade local e de todo o país, que conseguiu, em 11 dias, depois de uma campanha lançada pela família de Alex, angariar não apenas o dinheiro necessário, mas muito mais.


Alex Novakovic fez a mala para viajar para a América esta segunda-feira e o momento foi partilhado pelos pais no Facebook
 

Várias celebridades – como, por exemplo, as cantoras Leona Lewis e Joss Stone – juntaram-se à causa, divulgando a história de Alex, a equipa de futebol de Aylesbury, onde o menino e os pais residem, angariou fundos no mais recente jogo da época, e os maratonistas de Londres procuraram patrocionadores para esta causa, desenvolvendo várias ações de recolha de donativos. 
 
Até Richard Branson, o magnata responsável pelo Grupo Virgin e um dos homens mais ricos do mundo, ofereceu à família os voos necessários para as viagens à América depois de ter tomado conhecimento da situação, conta o Daily Mail. 
 
Pouco mais de uma semana decorrida desde o início da campanha, a família de Alex Novakovic juntou já 418.000 euros. Destes, pelo menos cerca de 260.000 serão destinados a uma terapia de seis semanas, servindo o restante para pagar os cuidados hospitalares adicionais e outras despesas médicas necessárias de futuro. 
 
“O voo do Alex está marcado para esta segunda-feira e a primeira consulta no hospital será na terça-feira. Obrigado a todos. Por favor, mantenham-no nos vossos pensamentos e continuem a rezar por ele”, apelaram, este domingo, os seus progenitores na página oficial da campanha no Facebook
 
De acordo com os pais da criança, a campanha vai continuar a decorrer durante o tratamento para sustentar as “faturas” do hospital e, caso sobre dinheiro no final da terapia, este será dirigido à instituição de cariedade britânica Kids'n'Cancer com vista a ajudar outros meninos com cancro.

Clique AQUI para aceder ao site da campanha Alexander's Fund e saber mais sobre a história de Alex.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub