i9magazine

Software português ajuda deficientes a usar computador

Versão para impressão

O Smile-Access é uma solução tecnológica que consiste num sistema automático de reconhecimento de expressões faciais que possibilita a interação com o computador a pessoas sem qualquer tipo de mobilidade ou com pouca mobilidade. Durante a dissertação de mestrado de Andreia Matos, foi construído um protótipo capaz de reconhecer as expressões faciais de uma pessoa. Para cada expressão existe uma função no computador a desempenhar. Pode ser uma tecla ou um clique do rato. Além de necessitar de poucos movimentos, este modo de interação é um modo natural de comunicação, o que permite facilitar o seu uso e a sua compreensão.

A Andreia Matos é natural de Vila Real e tem 25 anos. É licenciada e mestre em Engenharia de Reabilitação e durante o seu mestrado tentou especializar-se ao máximo em programação e na área da interação homem-computador, desenvolvendo diversas ferramentas que auxiliam o acesso ao computador. A maior motivação para o desenvolvimento deste software foi a necessidade de aumentar a qualidade de vida da sua prima que tem uma doença neuromuscular degenerativa.

Ela tem 16 anos e não tem qualquer solução para interagir com o computador. Depois de uma breve análise concluiu-se que usar expressões faciais como modo de interação poderia ser a solução para ela. Após falar com a professora de ensino especial e as terapeutas, todos concordaram que seria uma solução bastante útil e que poderia funcionar. Com o surgir desta ideia e com uma breve pesquisa sobre o público que esta solução pode
ajudar, conclui-se que pode ser uma mais-valia no dia-a-dia de pessoas com deficiência física.

Após o término do seu mestrado, a Andreia continuou a desenvolver o software, otimizando-o e fazendo testes com a sua prima. Este software já deixou de ser um protótipo e passou a ser uma ferramenta que pode ser usada em tempo real. A Bárbara já usou algumas vezes a aplicação e a sua utilização foi um sucesso. Também já houve contacto com outras crianças que são potenciais utilizadores desta ferramenta e que também já a testaram.

No entanto para que as pessoas tenham o Smile-Access é preciso que este seja um produto e para que se torne num produto ainda é necessário algum financiamento. Por isso surge a ideia de fazer uma campanha de crowdfunding. É necessário financiamento para a aquisição da licença de um dos ambientes de programação (Matlab) e para o design e multimédia usados no software.

Como será um produto inovador no mercado, é necessário garantir a sua proteção e por isso é necessário financiamento para o registo de modelo de utilidade e para registo de marca. Por fim, para que o Smile-Access se torne num produto o mais universal possível é necessário testes em diferentes utilizadores e também algumas demonstrações para que as pessoas possam entender o funcionamento e a utilidade desta ferramenta.

A Andreia acredita que esta solução irá ajudar as pessoas com deficiência e por isso esta deve tornar-se num produto para que fique acessível a todas as pessoas que o queiram adquirir. Esta ferramenta pode ajudar a aumentar a qualidade de vida das pessoas com deficiência em momentos de lazer ou na sua vida profissional.

Link da campanha de crowdfunding  https://ppl.com.pt/prj/smile-access

O conteúdo Software português ajuda deficientes a usar computador aparece primeiro em i9 magazine.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub