Inovação e Tecnologia

Software converte textos para línguas da CPLP

Uma nova ferramenta de conversão de texto em fala, desenvolvida por investigadores de várias universidades de Portugal, Brasil e Reino Unido - país do qual a ideia foi importada -, permite que os internautas com dificuldades de leitura acedam a diver
Versão para impressão
Uma nova ferramenta de conversão de texto em fala, desenvolvida por investigadores de várias universidades de Portugal, Brasil e Reino Unido – país do qual a ideia foi importada -, permite que os internautas com dificuldades de leitura acedam a diversos conteúdos, ouvindo-os nas várias pronúncias do português.

O LUPo (Léxico Unisyn do Português) não só converte os textos da web nas diversas formas faladas do português, seja do Brasil, de Angola ou de Portugal, como também permite a consulta online de um léxico oral dos diferentes dialetos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

“O LUPo é uma ferramenta baseada num sistema letra-som que está associado a uma base de dados de palavras, expressões e frases que permitirá aos utilizadores gerar pronúncias específicas de uma forma fácil e intuitiva, como clicar apenas num botão”, explica a nota enviada pelos responsáveis do projeto à imprensa.

A ferramenta foi desenvolvida conjuntamente por especialistas nas áreas da fonética, linguística computacional, lexicografia, fonologia, morfologia, dialectologia e sociolinguística do português.

O processo de “recolha” das pronúncias já arrancou, com o auxílio de voluntários. “Recorremos à gravação de voz de falantes nativos das zonas cujos dialetos pretendemos descrever para construir um sistema mais robusto e completo de cada dialeto. Esta informação é interpretada pelo computador através de scripts de conjuntos de regras independentes da pronúncia que são aplicadas ao léxico”, conta Simone Ashby, coordenadora do projeto, ao Diário de Notícias.

O recurso poderá ser acedido livre e gratuitamente através da instalação de uma aplicação independente ou a partir do Portal da Língua Portuguesa (PLP) – onde são facultados vários recursos linguísticos para o público em geral e a comunidade científica.

O LUPo será desenvolvido durante os próximos três anos, no ILTEC, em Lisboa e em parceria com consultores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Edimburgo, no Reino Unido.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório