Fitness & Bem-estar

Site ajuda consumidores a encontrar produtores locais

Aproximar os pequenos produtores dos consumidores é o objetivo da nova nova plataforma digital que a organização não governamental Oikos vai lançar, em parceria com a Fundação Vodafone.
Versão para impressão
Aproximar os pequenos produtores dos consumidores é o objetivo da nova nova plataforma digital que a organização não governamental Oikos vai lançar, já em Agosto, em parceria com a Fundação Vodafone.

O novo site SmartFarmer quer promover o desenvolvimento rural e crescimento económico ao potenciar os circuitos agroalimentares e os mercados de proximidade através, por exemplo, da promoção da venda de produtos de pequenos produtores.

A experiência da OIKOS noutros países mostra que os mercados locais de proximidade assentes em modelos de comércio eletrónico reduzem os elos da cadeia de distribuição.

Esta solução representa ainda um importante papel de incentivo de práticas ambientalmente sustentáveis, contribuindo para uma menor pegada de carbono, através da redução dos consumos de energia ao nível do armazenamento, refrigeração e transporte dos produtos até ao consumidor.

 


A plataforma, que estará disponível durante o mês de Agosto, poderá revolucionar o mundo do pequeno agricultor permitindo o contacto direto entre o produtor e o consumidor e estimulando uma maior interação social entre as comunidades rural e urbana.
 
Cerca de 910 toneladas de alimentos são perdidos diariamente, em Portugal, na fase da produção e mais de metade são hortofrutícolas. Apesar disso, segundo dados da Direção-Geral de Saúde, 50,7% das famílias portuguesas sofrem de algum grau de instabilidade alimentar. Dois problemas que o SmartFarmer pretende ajudar a combater.

Esta plataforma quer contribuir ainda para a redução do desperdício, disponibilizando mecanismos de previsão de compras e oferecendo aos produtores locais a opção de doar produtos cuja venda ao público não se tenha concretizado mas que estejam aptos para consumo humano.

As entidades registadas para receber este tipo de doações terão de ser organizações sem fins lucrativos.

 
"O SmartFarmer será um instrumento ao serviço da construção de parcerias entre consumidores e produtores que potenciará uma maior sinergia entre territórios de baixa densidade e zonas urbanas, permitindo ganhos económicos para todas as partes", afirma o presidente da Oikos João José Fernandes. 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub