Sociedade

Sintra dispensa luzes de Natal e apoia carenciados

Colares, Rio de Mouro e São Marcos são algumas das juntas de freguesia que vão abdicar da iluminação de Natal para comprarem bens alimentares e prestar apoio a famílias carenciadas, dando assim resposta aos pedidos crescentes de ajuda naquela região.
Versão para impressão
Colares, Rio de Mouro e São Marcos são algumas das juntas de freguesia que vão abdicar da iluminação de Natal para comprarem bens alimentares e prestar apoio a famílias carenciadas, dando assim resposta aos pedidos crescentes de ajuda naquela região.

“Em Rio de Mouro não vai haver iluminação porque vamos entregar cabazes a 120 carenciados. Tem havido muitos pedidos de ajuda a nível de medicamentos e de alimentação. Há muita gente a perder subsídios e, perdendo esses rendimentos, aumentam as suas necessidades”, disse à agência Lusa o presidente da junta, Filipe Santos.

Nuno Anselmo, dirigente da junta de São Marcos, defende a mesma posição: “Não se compadece estar a gastar dinheiro em iluminações de Natal numa altura destas. Noutros anos pedimos a participação do comércio local, mas este ano já não pedimos. Prefiro usar o dinheiro para a ação social”, explicou.

Em Colares, a verba habitualmente destinada às decorações de Natal também vai ser canalizada para a oferenda de cabazes alimentícios às famílias mais pobres. Para Rui Franco dos Santos, é preferível “iluminar os lares das pessoas que necessitam”.

[Notícia sugerida pelo utilizador Bruno Melo]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório