Sociedade

Serra de Sintra facilita combate aos incêndios

A Serra de Sintra está a ser alvo de uma intervenção para reconstruir valetas e caminhos florestais danificados. O objetivo é melhorar o acesso de veículos de combate a incêndios, de acordo com informação adiantada pelo diretor regional de florestas
Versão para impressão
A Serra de Sintra está a ser alvo de uma intervenção para reconstruir valetas e caminhos florestais danificados. O objetivo é melhorar o acesso de veículos de combate a incêndios, de acordo com informação adiantada pelo diretor regional de florestas de Lisboa e Vale do Tejo da Autoridade Florestal Nacional (AFN), Rui Pombo.

A intervenção na Serra de Sintra, paisagem natural da UNESCO com “um valor enorme de património florestal”, terá um custo de 24 mil euros. Irá abranger 12 dos 42 quilómetros de caminhos florestais e deverá estar concluída em duas semanas.

Foi definida como “prioritária a intervenção em alguns estradões florestais que, devido às condições meteorológicas do último inverno, ficaram bastante danificadas e tinham grandes constrangimentos à circulação de veículos todo-o-terreno e veículos de combate a fogos florestais”, referiu o mesmo responsável à Lusa.

As câmaras municipais de Cascais e Sintra estão “empenhadas na prevenção do risco de incêndios em área florestal” e disponibilizaram mão de obra e meios para tarefas mais específicas desta intervenção.

A AFN, Exército e Exército e o Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP) prevê ainda o patrulhamento e a vigilância por 12 equipas de sapadores do Exército distribuídas pelo país, interligadas com as equipas de sapadores florestais de entidades privadas, financiadas através do Fundo Florestal Permanente.

[Notícia sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório