Mundo

Sem-abrigo entrega carteira perdida em casa da dona

Um sem-abrigo moscovita passou cerca de três horas à procura de uma mulher que tinha perdido a carteira com dinheiro, cartões de crédito, carta de condução e bilhete de identidade para lhe devolver os seus bens.
Versão para impressão
Da Rússia chega-nos mais um exemplo de honestidade. Um sem-abrigo moscovita passou cerca de três horas à procura de uma mulher que tinha perdido a carteira com dinheiro, cartões de crédito, carta de condução e bilhete de identidade para lhe devolver os seus bens. Acabou por ser bem-sucedido e, apesar do esforço, recusou qualquer recompensa monetária.
 
A história é avançada pela imprensa russa, que conta que Irina Demidova perdeu a carteira no passado dia 13 depois de ter levado a mãe a casa e encostado na berma da estrada para limpar o vidro do automóvel. Porém, só se apercebeu do sucedido quando já estava longe do local.
 
A grande surpresa chegou depois: decorridas algumas horas, um estranho tocou à porta de casa da família de Irina. O pai da russa abriu e à sua frente apareceu um homem sorridente de barba e com cabelo grisalho, que disse chamar-se Sergey e ter na sua posse os documentos de Demidova. 
 
O sem-abrigo explicou que um amigo seu tinha encontrado a carteira enquanto recolhia garrafas vazias do chão e que, ao ver que tinha documentos de identificação, decidiu procurar a proprietária, fazendo, para isso, uma longa viagem de comboio, metro e autocarro.
 
“O meu pai trabalhou na polícia toda a vida e ficou boquiaberto por constatar que ainda existem pessoas assim neste mundo”, contou Irina Demidova à imprensa local. Além da viagem, “ele [Sergey] precisou de pelo menos uma hora e meia só para encontrar a minha casa e até pediu indicações à polícia”, acrescentou. 
 
A mulher tentou, em conjunto com o esposo, recompensar Sergey pela devolução intacta da carteira. O sem-abrigo não quis aceitar, mas os dois acabaram por conseguir pôr algum dinheiro no seu bolso. Entretanto, e depois de Irina ter contado a história a todos os seus amigos e conhecidos, a comunidade está a ponderar a hipótese de se unir para lhe comprar uma casa.

[Notícia sugerida por Inês Ramos]

 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub