Negócios e Empreendorismo

Science4You chega à Ásia e aos EUA em 2015

Depois de Espanha e Inglaterra, é agora a vez dos brinquedos Science4You chegarem aos mercados da Ásia e dos Estados Unidos. "A grande aposta da companhia neste momento é a internacionalização", contou ao Dinheiro Vivo o CEO da empresa, Miguel Pina M
Versão para impressão
Depois de Espanha e Inglaterra, os brinquedos Science4You chegam aos mercados da Ásia e dos Estados Unidos. Estima-se que, no final de 2014, a empresa fature cerca de 6,5 milhões de euros, o dobro do valor do ano passado.

A empresa irá marcar presença nas feiras de brinquedos de Hong Kong, Londres, Nuremberga, Birmingham e Barcelona, e espera abrir mercados como por exemplo no Japão, Singapura, Taiwan, Austrália ou China.

Já nos Estados Unidos, a Science4You já está em busca de distribuidores para tentar entrar no mercado americano em 2016, embora já tenham vendido “cerca de 30 a 40 mil euros” de produtos a um pequeno distribuidor norte-americano, como contou o responsável.

Espanha, que tem a primeira loja de rua da marca em Madrid, comprou, durante este ano, cerca de 1,1 milhões de euros em brinquedos, juntamente com o Reino Unido, que adquiriu 400 mil euros em produtos da empresa portuguesa, produzidos unicamente em Portugal.

6,5 milhões de euros em 2014

Estima-se que, no final de 2014, a empresa fature cerca de 6,5 milhões de euros, o dobro do valor do ano passado.

Para 2015, a Science4You, que produziu cerca de 800 mil brinquedos este ano, tem como objetivo atingir os 12 milhões de euros, de onde se espera que metade seja proviniente da exportação.

O sucesso desta marca, que já conta com 170 colaboradores nos quadros, deve-se sobretudo ao preço, que é de oito euros em média.

“Tirando a Lego, a Science4You é a marca que mais brinquedos vende em Portugal”, conta Miguel ao Dinheiro Vivo, acrescentando ainda que, neste momento, “vendem-se mais brinquedos educativos Science4You do que se vendem Barbies”.

Notícia sugerida por Maria Nela

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório