Negócios e Empreendorismo

Schnellecke quer criar 300 novos postos de trabalho

NULL
Versão para impressão
São entre 300 a 380 novos postos de empregos que a filial portuguesa da empresa alemã Schnellecke pretende criar até 2013 no nosso país. A filial é a responsável pela logística da Autoeuropa para a montagem final e prefabricante mais de 30 componentes de carroçaria utilizados nos modelos da Volkswagen.

No seu décimo ano de existência, a continua a crescer. Esta filial portuguesa do grupo alemão, triplicou o volume de negócios ao longo dos primeiros dez anos de atividade, evoluindo de 9 para 28 milhões de euros.

Um terço do volume de negócios, cerca de 10 milhões de euros, é gerado na logística, os restantes dois terços na produção de componentes com a utilização de robótica e técnicas de soldaduras diversas para os modelos fabricados pela vizinha Autoeuropa, de acordo com o comunicado de imprensa da Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel (AFIA).

O objetivo da filial portuguesa é “duplicar a faturação na área logística nos próximos três anos”, explicou Fernando Oliva, diretor-geral da área operacional.

Assim, a Schnellecke Portugal “pretende criar entre 330 e 380 novos postos de trabalho, já que a logística é muito intensiva em termos de mão-de-obra”, acrescentou Miguel Sousa, diretor-geral da área administrativa. Para alcançar esta meta, a Schnellecke prevê um investimento de 4 milhões de euros no próximo triénio.

Clique AQUI para ler o comunicado.

[Notícia sugerida por Marta Correia]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório