Saúde

Saúde: Três estudos confirmam benefícios das nozes

Peso mais saudável, menos açúcar no sangue e menos riscos cardiovasculares são apenas alguns dos benefícios do consumo de frutos secos de casca rija.
Versão para impressão
Peso mais saudável, menos açúcar no sangue e menos riscos cardiovasculares são apenas alguns dos benefícios do consumo de frutos secos de casca rija. A conclusão é de três estudos que foram apresentados no encontro Experimental Biology Meeting, em Abril, nos EUA.
 
Os estudos concentraram-se nos benefícios de frutos secos de casca rija oriundos de árvores (como nozes, amêndoas, cajus, avelãs, pinhões e pistáchios). Um dos estudos, da Universidade Loma Linda (EUA), analisou o consumo destas nozes entre um grupo de 800 adultos através de inquéritos. 
 
Os resultados indicaram que as pessoas que consumiam pelo menos uma dose de nozes por dia (28 gramas) tinham menos 7% de probabilidade de sofrer doenças cardiovasculares, diabetes e outros problemas metabólicos, independentemente da sua idade, estilo de vida ou dieta. 
 
Um segundo estudo, realizado pelo centro de Agricultura da Louisiana State University (EUA), analisou dados de mais de 14 mil adultos, registados entre 2005 e 2010, pelos serviços nacionais de saúde.

A análise dos dados revelou que os participantes que consumiram mais frutos secos registavam um peso mais saudável e menos gordura abdominal (aquela que representa mais riscos para a saúde). Além disso, tinham níveis mais elevados de colesterol bom (HDL) e uma pressão arterial mais equilibrada.


Por fim, o terceiro estudo, realizado pela Universidade de Toronto (Canadá), analisou os marcadores cardiovasculares associados ao consumo destes frutos, confirmando que o consumo diário de nozes aumenta o colesterol bom e controla os níveis de glucose (açúcar) no sangue. 
 
“Estes três estudos, independentes entre si, reforçam as provas de que o consumo de nozes melhora a saúde,” diz em comunicado Maureen Ternus, diretora do centro de pesquisa International Tree Nut Council Nutrition Research & Education Foundation, recomendando o consumo de “uma mão cheia” (cerca de 40 gramas) de frutos secos por dia. 

Clique AQUI para aceder ao comunicado que resume os três estudos.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub