Ciência

Satélite vai “escrever” em código Morse no céu

Um pequeno satélite japonês enviado para a Estação Espacial Internacional (ISS) vai funcionar como uma estrela artificial e emitir sinais de luz em código Morse, projetando, desta forma, uma mensagem a partir do espaço dirigida à Terra.
Versão para impressão
Um pequeno satélite japonês enviado para a Estação Espacial Internacional (ISS) vai funcionar como uma estrela artificial e emitir sinais de luz em código Morse, projetando, desta forma, uma mensagem a partir do espaço dirigida à Terra. De acordo com os especialistas, esta mensagem poderá ser vista no céu a olho nu ou com recurso a binóculos básicos. 
 
O satélite foi enviado numa nave espacial japonesa, lançada no passado dia 20, junto com suplementos alimentares, roupa e outros equipamentos para os especialistas da ISS. Até Setembro, este e outros pequenos satélites vão ficar em órbita à espera de serem implantados pelo astronauta nipónico Akihiko Hoshide, que chegou este mês à estação.
 
Este satélite de pequenas dimensões – um chamado “cubesat” -, batizado Fitsat-1, foi desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia Fukuoka (FIT) e concebido para ser capaz de escrever mensagens em Código Morse.
 
Segundo Takushi Tanaka, coordenador do projeto, uma das funções experimentais do Fitsat-1 será brilhar como uma estrela utilizando lâmpadas LED, sendo estas as luzes – que brilharão de modo ordenado, produzindo os sinais de código Morse – que poderão ser vistas a olho nu pelos habitantes do nosso planeta.
 
O objetivo desta experiência é investigar a possibilidade de comunicação ótica via satélite, adiantou Tanaka. A escolha recaiu sobre o código Morse visto que se trata de uma linguagem universal e a que melhor se adapta a um satélite com lâmpadas LED.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório