Ambiente

Sapo mais pequeno da Ásia encontrado no Bornéu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie de sapo vermelho e alaranjado do tamanho de uma ervilha na ilha do Bornéu. A descoberta anunciada esta quinta-feira resultou de uma expedição ao Parque Nacional de Kubah, no estado malaico de Sarawak, em
Versão para impressão
[Fotografia: © AFP]

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie de sapo vermelho e alaranjado do tamanho de uma ervilha na ilha do Bornéu. A descoberta anunciada esta quinta-feira resultou de uma expedição ao Parque Nacional de Kubah, no estado malaico de Sarawak, em 2004.

O sapo mede 3 milímetros quando nasce, e cresce até aos 9 ou 11 milímetros enquanto adulto. Pertence à família dos sapos Microhylid que crescem até aos 15 milímetros.

“O sapo é tão pequeno como as espécies de mini sapos na América do Sul e é definitivamente o mais pequeno da Ásia, África e Europa”, constata Indraneil Das da Universidade de Hamburgo, co-responsável pela descoberta juntamente com Alexander Haas.

O nome científico atribuído a esta espécie foi Microhyla nepenthicola, já que a miniatura de sapo pode ser encontrado a viver nas plantas Nepenthes ampullaria, que será o seu habitat natural, conforme adianta a AFP.

Eles vivem no líquido formado pela própria planta até à idade adulta. “Isto mostra o quanto ainda há para descobrir nas selvas do Bornéu, é só a ponta do icebergue”, esclarece Das.

Sarawak e o estado vizinho de Sabah formam a parte da ilha do Bornéu pertencente à Malásia, que a partilha com a Indónesia.

Das irá levar a cabo uma nova expedição nesse território no âmbito do projeto “Lost Frogs” em busca de “100 anfíbios perdidos” que não são avistados desde 1922.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório