Saúde

São-Tomé: Gémeos com elefantíase operados em Coimbra

NULL
Versão para impressão
Nilson e Nelson Sacramento, gémeos são-tomenses e doentes de elefantíase, vão deslocar-se para Portugal para receber tratamento no Hospital da Universidade de Coimbra (UHC), serviço de cirurgia plástica. A primeira consulta será no dia 23 de setembro.

Feliciana Almeida, diretora clínica do hospital Ayres de Menezes, em São-Tomé e Príncipe, disse à Lusa que os gémeos “têm relatório médico, têm tudo feito, incluindo a autorização para entrarem no Hospital Universitário de Coimbra”.

Segundo a diretora, os jovens até “já têm bilhetes de passagem”, sendo que todos os contactos estão a ser efetuados por via diplomática através da embaixada de São Tomé e Príncipe em Lisboa.

A viagem já estava marcada para o mês de Junho, no entanto, segundo Feliciana Almeida, não puderam viajar porque “não tinham autorização” de Portugal. No entanto, Cláudio Correia, responsável pela divisão da mobilidade de doentes da Direção Geral da Saúde (DGS), garantiu à Lusa que já está tudo resolvido.

“A primeira consulta já está marcada, para 23 de setembro, nos serviços de cirurgia plástica dos Hospitais da Universidade de Coimbra. Já informámos a embaixada (de São Tomé e Príncipe em Lisboa) para preparar o processo para as crianças virem a Portugal”, disse Cláudio Correia.

As passagens de ida e volta e a estadia na cidade portuguesa vão ser financiadas por uma ONG portuguesa, cujo nome não foi divulgado, com o patrocínio do cônsul de São Tomé e Príncipe em Coimbra.
 
Um percurso difícil

Os gémeos Nilton Isabel do Sacramento e Nelson Isabel do Sacramento têm 26 anos, e são naturais de Angolares, sul do arquipélago. Foi lá nasceram e concluíram o ensino primário.

No entanto, a elefantíase (doença causada por parasitas que se alojam nos vasos linfáticos causando edemas reversíveis) tirou-lhes qualidade de vida e, após concluírem o quarto ano, não puderam prosseguir os estudos. 

Nilton e Nelson não têm emprego e são sustentados, com bastante dificuldade, pela mãe, com quem vivem. Para eles, a viagem a Portugal é a “única solução para mudar de vida”.

[Notícia sugerida por Maria Manuela]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório