Saúde

Sangue: Países com dadores voluntários duplicam

NULL
Versão para impressão

O número de países que recolhem sangue de dadores voluntários duplicou entre 2002 e 2008, divulgou esta semana em comunicado a Organização Mundial de Saúde (OMS).

A OMS anuncia no seu site oficial que o número de dadores aumentou mais de 50 por cento entre 2002 e 2008, dando o mote para o Dia do Doador de Sangue, que se celebra a 14 de Junho.

O mote deste ano é “Mais sangue, Mais vida” e visa incentivar ainda mais pessoas a dar sangue e a salvar mais vidas. Todos os anos, nesta data, a OMS destaca a contribuição dos dadores de sangue voluntários para a saúde pública.

“O objetivo da OMS é que todos os países obtenham as suas reservas de sangue através deste tipo de dadores em 2020”, adiantou Neelam Dhingra, coordenador da área de segurança da transfusão de sangue da OMS.

Pelo menos 90 milhões de unidades de sangue são doadas, por voluntários em todo o mundo, todos os anos, para salvar vidas e melhorar a saúde dos que dele precisam, revela o relatório da OMS.

Nos países mais ricos, os doadores tendem a ser mais velhos, ao contrário do que sucede em países com baixos e médios rendimentos em que os dadores são mais novos. A OMS revela que a doação de pelo menos um por cento da população “é geralmente suficiente” para dar resposta às exigências básicas de um país.

Clique AQUI para aceder ao relatório da OMS.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório