Saúde

Salmão e outros peixes previnem cancro no fígado

Consumir diariamente um peixe rico em ácidos gordos - como o salmão, o besugo ou a sardinha - reduz o risco de desenvolvimento de cancro no fígado. A conclusão é de um estudo realizado no Japão.
Versão para impressão
Consumir diariamente um peixe rico em ácidos gordos – como o salmão, o besugo ou a sardinha – reduz o risco de desenvolvimento de cancro no fígado. A conclusão é de um estudo realizado pelo instituto de investigação do National Cancer Center, no Japão.
 
De acordo com a agência EFE, que cita os meios de comunicação japoneses, os investigadores acompanharam 90 mil homens e mulheres de nove províncias do país, com idades compreendidas entre os 45 e os 74 anos e que incluíram oito tipos destes peixes na sua dieta.
 
Os participantes foram divididos em cinco grupos pelos cientistas e receberam diferentes porções de peixes com elevada concentração de ácidos gordos, em especial os da família do célebre ómega 3.
 
Depois de compararem os exames médicos periódicos dos participantes com os de pessoas que foram diagnosticadas com cancro de fígado, os cientistas concluíram que aqueles que comeram um peixe de tamanho médio diariamente revelaram 36% menos probabilidades de vir a sofrer da doença do que aqueles que ingeriram peixe apenas uma vez por semana.
 
Em declarações à cadeia televisiva nipónica NHK, Norie Sawada, uma das responsáveis pelo estudo, explicou que este efeito protetor está relacionado com o facto de os ácidos gordos prevenirem a inflamação do fígado, o que diminui o risco de desenvolver o problema.
 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório