Desporto Em Destaque

Saldo bastante positivo para Portugal

Portugal termina a participação nos Jogos do Mediterrâneo com um acumulado de 24 medalhas conquistadas.
Versão para impressão

Três de ouro, oito de prata e 13 de bronze, foram as medalhas conquistadas por Portugal. O saldo dos dez dias de competição resultou num 13.º lugar final, no medalheiro, entre 26 países participantes.

Destacaram-se especialmente entre a Missão Portuguesa os triatletas Melanie Santos e João Pereira, e a equipa de Equestre, todos conquistadores de medalhas de ouro.

As medalhas de prata foram ganhas por Joana Vasconcelos (Canoagem), Fernando Pimenta (Canoagem), Ana Catarina Monteiro (Natação), Liliana Cá (Atletismo), Rui Bragança (Taekwondo), Inês Monteiro (Atletismo), Pedro Fraga (Remo) e Domingos Gonçalves (Ciclismo).

Já o bronze foi para João Costa (Tiro), Alexis Santos (Natação), João Vital (Natação), Teresa Portela (Canoagem), Diana Durães (Natação), Rafael Silva (Ciclismo), Anri Egutidze (Judo), Patrícia Sampaio (Judo), Júlio Ferreira (Taekwondo), seleção feminina de Basquetebol 3×3, Afonso Costa/Dinis Costa (Remo), estafeta 4x100m masculina (Atletismo) e seleção masculina de Ténis de Mesa.

A Missão Portuguesa inscreveu 233 atletas em 29 das 32 modalidades e disciplinas presentes nos Jogos do Mediterrâneo, havendo a registar oito ausências – três no Atletismo, quatro no Judo e uma no Basquetebol 3×3.

Esta foi a maior participação do desporto português numa competição multidesportiva, a culminar um longo processo de integração do Comité Olímpico de Portugal no Comité Internacional dos Jogos do Mediterrâneo.

A dois anos dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, este foi um momento de aferição da evolução dos atletas portugueses, expresso em resultados relevantes obtidos por várias modalidades e disciplinas.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub