Ambiente

Saara poderá albergar central solar gigante

Fruto de uma colaboração entre cientistas japoneses e argelinos, está a ser desenvolvido aquele que é já considerado o mais ambicioso projeto de energia solar de sempre: o Sahara Solar Breeder (SSB). O projeto tem como objetivo ser capaz de gerar 50%
Versão para impressão
Fruto de uma colaboração entre cientistas japoneses e argelinos, está a ser desenvolvido aquele que é já considerado o mais ambicioso projeto de energia solar de sempre: o Sahara Solar Breeder (SSB). O projeto tem como objetivo ser capaz de gerar 50% por cento da energia consumida a nível mundial, por volta de 2050.

Este projeto assenta nos dois recursos mais abundantes do deserto do Saara, ambos fundamentais para a produção de energia solar: o sol e a areia. Se avançar, a longo prazo, o Sahara Solar Breeder será capaz de produzir energia limpa suficiente para fornecer o mundo inteiro.

O SSB pretende criar fábricas no deserto e construir os painéis solares recorrendo ao silício existente na areia [o silício é um elemento fundamental na construção de ecrãs de computador, televisão e painéis solares].

Os painéis serão depois colocados no deserto e serão responsáveis pela alimentação energética das próprias fábricas. Estes painéis irão também estar ligados à rede de energia mundial.

O projeto já tem financiamento para, durante os próximos cinco anos, investigar a maneira de resolver alguns dos desafios que este sistema enfrenta, nomeadamente um método eficaz para extrair o silicío da areia.

O projeto foi apresentado pela primeira vez pelo investigador japonês Hideomi Koinuma, há cerca de um ano, num encontro de universidades do G8+5, em Roma.





[Notícia sugerida pelo utilizador José Freire]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub