Negócios e Empreendorismo

Ryanair quer trazer 5 milhões de passageiros a Lisboa

A Ryanair quer convencer o Governo de que deve operar no aeroporto de Lisboa e assegura ser capaz de trazer cinco milhões de passageiros para a capital, disse à Lusa o vice-presidente da companhia de baixo custo.
Versão para impressão

A Ryanair quer convencer o Governo de que deve operar no aeroporto de Lisboa e assegura ser capaz de trazer cinco milhões de passageiros para a capital, disse à Lusa o vice-presidente da companhia de baixo custo.

Operar em Lisboa é uma ambição antiga da companhia de baixo custo (‘low cost’) irlandesa, que já está em Faro desde 2003 e no Porto desde 2005, tendo já bases nestes dois aeroportos. “Estamos a tentar convencer o Governo de que devemos começar a operar em Lisboa”, disse à Lusa Michael Cawley, vice-presidente da Ryanair.

O responsável reuniu-se, na quinta-feira passada, com responsáveis da ANA – Aeroportos de Portugal, a gestora do aeroporto de Lisboa, para debater o tema, mas escusou-se a adiantar mais informações, afirmando ser “confidencial”.

“Lisboa é um grande mercado onde ainda não tocamos e que pensamos que pode ser maior. Podemos torná-lo maior com tarifas mais baixas e esperamos entrar neste mercado muito rapidamente, seja na Portela, seja no aeroporto complementar”, afirmou o responsável, referindo-se ao estudo que está a ser feito para encontrar um aeroporto complementar à Portela.

Michael Cawley disse, no entanto, que ainda não será em 2012 que a Ryanair vai começar a operar na capital portuguesa: “Penso que a entrada em Lisboa não vai acontecer este ano, pode ser no próximo se o Governo agir rapidamente” no processo de decisão do aeroporto complementar.

'Low cost' levam turistas e dinheiro ao Porto

Em Janeiro, o Governo formou um grupo de trabalho para estudar a criação de um aeroporto complementar em Lisboa, que servirá de base para as companhias ‘low cost’. As bases aéreas militares de Sintra, Alverca e Montijo são algumas das hipóteses em cima da mesa.

A existência das companhias ‘low cost’ (ou de baixo custo) na cidade do Porto fez com que, em sete anos, os turistas aumentassem de um milhão para seis milhões. Turistas que gastam, em média, 950 euros em cada viagem a Portugal, segundo dados de 2011 do Instituto Nacional de Estatística.

Em comparação com 2010, o aeroporto Sá Carneiro, no Porto, registou um aumento de passageiros acima dos 13,7%, subida muito superior à média nacional, que é de 6,7%.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub