Sociedade

Ryanair: Nova base em Lisboa vai criar 900 empregos

Em Abril, a companhia aérea 'low-cost' Ryanair vai abrir uma nova base de operações no aeroporto da Portela, em Lisboa, e arrancar com quatro novas rotas para o estrangeiro. Segundo o diretor comercial da empresa irlandesa, David O'Brien, a nova base
Versão para impressão
Em Abril, a companhia aérea 'low-cost' Ryanair vai abrir uma nova base de operações no aeroporto da Portela, em Lisboa, e arrancar com quatro novas rotas para o estrangeiro. Segundo o diretor comercial da empresa irlandesa, David O'Brien, a nova base prevê a criação de 900 postos de trabalho na capital portuguesa. 
 
Depois de Faro e Porto, eis que a Ryanair anuncia uma terceira base em Portugal, desta vez em Lisboa. O investimento vem acompanhado do lançamento de quatro novas rotas, a juntar às cinco já existentes a partir da capital. 
 
Atualmente, a companhia aérea já atravessa os céus até Bruxelas, Dublin, Frankfurt, Londres e Paris. A partir de Abril, a Ryanair vai começar a voar também para Dole e Marselha, em França, para Manchester, no Reino Unido, e para Piza, em Itália. No total, a empresa vai passar a fazer 124 voos semanais a partir do aeroporto da Portela. 
 
Segundo David O'Brien, o objetivo é que a Ryanair transporte cerca de 900.000 passageiros por ano a partir de Lisboa e chegue aos cinco milhões de passageiros em Portugal. O responsável sublinha que Lisboa está “mal servida” em termos de transporte aéreo devido às taxas aeroportuárias, que são o principal obstáculo no crescimento do tráfego.
 
O diretor comercial congratula-se com o facto do aeroporto de Lisboa ter sido “libertado da gestão do Governo” e passado para mãos privadas, revelando que a Ryanair não teve possibilidade concretizar todo o seu potencial no Verão passado.

A transportadora aérea está neste momento em fase de “consulta” com os novos donos do Aeroporto de Lisboa por forma a conhecer o pretendido de ambas as partes. “Se querem novas rotas, temos que ter uma nova estrutura de preços que garanta isso”, conclui.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub