Sociedade

Ryanair: Base em Lisboa até ao verão de 2011

A companhia aérea low-cost anunciou na terça feira que a decisão de instalar a sua base em Lisboa está agora dependente da ANA, Aeroportos de Portugal, que gere, entre outros, o Aeroporto da Portela. A Ryanair já possui outras duas bases em territóri
Versão para impressão
A companhia aérea low-cost anunciou na terça feira que a decisão de instalar a sua base em Lisboa está agora dependente da ANA, Aeroportos de Portugal, que gere, entre outros, o Aeroporto da Portela. A Ryanair já possui outras duas bases em território nacional, no Porto e em Faro.

Da parte da Ryanair, há condições para começar a operar a partir de Lisboa já no próximo verão, garantiu Daniel de Carvalho, diretor de comunicação daquela empresa, apesar da persistência de alguns impedimentos de ordem operacional na Portela de Sacavém, como o tempo médio (25 minutos) de permanência no solo entre voos dos aparelhos da Ryanair.

Em conferência de imprensa, o responsável da Ryanair referiu que a companhia não consegue cumprir este tempo e considera demasiado elevadas as taxas aeroportuárias reclamadas na capital: “Lisboa continua a ser mais cara do que gostaríamos”.

Ainda assim, a Ryanair mostra-se confiante quanto às negociações com a ANA. Foi, aliás, feita uma proposta para a utilização do terminal 2 da Portela (utilizado para os voos domésticos), com a justificação que uma base desta companhia low-cost num terceiro aeroporto seria “um benefício ainda mais visível para o turismo português”.

A Associação de Turismo de Lisboa parece concordar com a iniciativa, também disputada por outra empresa do mesmo segmento, a Easyjet, sediada no aeroporto londrino de Luton – e sem qualquer base em Portugal.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório