Cultura

Rússia: Fado de Coimbra inspira ópera

NULL
Versão para impressão
Inspirada no fado de Coimbra, um professor russo compôs uma ópera, “Evgenie Zavojsky ” (em português, a “Época da Ressonância Paradoxal”). A estreia ocorreu na última quinta-feira, dia 23 de junho, na cidade de Kazan, capital da Tartária, na república da Federação da Rússia.
  
A peça musical “Época da Ressonância Paradoxal” foi composta por Nikolay Silkin, professor de eletrotecnia quântica e radio espetrologia da Universidade de Kazan. A ópera começa ao som do “Fado fadinho” interpretado por Lolita Torres, mas toda a obra é composta tendo como modelo a canção tradicional portuguesa.

A inspiração na tradição coimbrã, para a escrita da peça musical, tem a ver com o facto da cidade portuguesa ser um importante centro universitário. Os cantores são todos membros de grupos corais estudantis da cidade de Kazan.

“Kazan pode transformar-se num dos centros da ópera-fado, porque aqui está concentrado um riquíssimo folclore de cientistas e estudantes”, avançou o encenador da obra, o conceituado Eduard Treskin, à agência noticiosa Tatar-inform, segundo a Lusa.

O texto da ópera foi escrito com base no folclore de estudantes e professores de universidades russas como as de Moscovo, Kazan e São Petersburgo. Segundo a imprensa local, o espetáculo foi bem recebido pelos numerosos espetadores.

Clique AQUI para aceder ao comunicado da universidade de Kazan (em russo).

[Noticia sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório