Ambiente

ROV Luso já foi resgatado do fundo do mar

Depois de uma primeira tentativa sem sucesso, o ROV (veículo operado remotamente) Luso foi resgatado esta semana do fundo do mar das ilhas Selvagens, na Madeira, onde tinha ficado depois de um mergulho no âmbito da expedição da Estrutura de Missão pa
Versão para impressão
Depois de uma primeira tentativa sem sucesso, o ROV (veículo operado remotamente) Luso foi resgatado esta semana do fundo do mar das ilhas Selvagens, na Madeira, onde tinha ficado depois de um mergulho no âmbito da expedição da Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental (EMEPC).

A operação de resgate do submarino não-tripulado Luso demorou cerca de três horas e sem incidentes. Está agora de volta a bordo do navio oceanográfico “Almirante Gago Coutinho”, da Marinha Portuguesa.

O afundamento do Luso deu-se na noite de 23 de junho quando regressava à superfície o cabo que o ligava ao navio Almirante Gago Coutinho partiu-se causando o afundamento do ROV a 600 metros de profundidade.

Na operação participou outro robô submarino não tripulado da empresa norueguesa que vendeu o Luso a Portugal. Tiveram de procurar o ROV português através de uma sonda já que o aparelho não emitia sinal acústico para determinar a localização exata por falta de bateria.

O ROV português foi assim localizado e depois de alguns testes para assegurar o seu total funcionamento estará de novo pronto a participar na próxima expedição.

O ROV foi adquirido em 2008, tem uma capacidade operacional até aos 6.000 metros de profundidade e é uma mais-valia para a investigação científica no nosso país.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório