Negócios e Empreendorismo

Roteiro: Caminhar na Natureza

Para aproveitar as últimas semanas de Sol, aqui ficam cinco itinerários de trilhos envolvidos pela beleza natural do nosso país, percorrendo paisagens que se desdobram numa harmonia de luz, cor, sons e fragrâncias. Linhares da Beira, Castelo de Vide,
Versão para impressão
Para aproveitar as últimas semanas de Sol, aqui ficam cinco itinerários de trilhos envolvidos pela beleza natural do nosso país, percorrendo paisagens que se desdobram numa harmonia de luz, cor, sons e fragrâncias. Linhares da Beira, Castelo de Vide, Luso, Piódão e Foz do Arelho são os percursos pedestres sugeridos pela Fundação INATEL.

LINHARES DA BEIRA / VILA RUIVA

Image and video hosting by TinyPicNum enquadramento soberbo, com a Serra da Estrela à vista e perto do Mondego, caminhar é o grande mandamento. O desafio é percorrer a ligação entre Vila Ruiva e Linhares da Beira, duas aldeias que não perderam a marca da ruralidade ancestral, num percurso que também é um encontro com a História, através de vestígios da distante ocupação romana para se integrar na Idade Média e ainda confrontar com monumentos de épocas posteriores.

CASTELO DE VIDE

Image and video hosting by TinyPicCom o enquadramento paisagístico tão especial da Serra de São Mamede, é natural o incitamento às caminhadas que a INATEL promove no sentido de alcançar dois destinos incontornáveis: a partir de Castelo de Vide em direção à Nossa Senhora da Penha ou, em alternativa, até ao Castelo de Marvão, com regresso ao ponto de partida. Frondosa vegetação, passagem por frescas quintas, a constante presença do verde aprazível que lhe conferiu o epíteto de Sintra do Alentejo, fazem de Castelo de Vide e imediações um território propício à descoberta de uma zona de interior e de fronteira tão entranhada de história.

FOZ DO ARELHO

Image and video hosting by TinyPicOs dois Trilhos INATEL da Foz do Arelho têm a sua base na unidade hoteleira situada a pouca distância da cidade termal das Caldas da Rainha e da vila medieval de Óbidos, numa localização que permite desfrutar um cenário de raro fascínio. Uma das hipóteses de percurso convida ao passeio pela Lagoa de Óbidos, um dos recortes mais interessantes do litoral atlântico português, marcado por ímpar tranquilidade, enquanto a outra opção promove a vivência histórica dum caminho desde a Lagoa até à vila de Óbidos.

LUSO

Image and video hosting by TinyPic
É da indissociável aliança entre as Termas do Luso e a Mata do Buçaco que resulta a ocasião singular de concretizar dois percursos pedestres do maior interesse, de inegável benefício físico e espiritual. Os caminhos coincidem nalguns pontos, embora um se desenrole dentro da Tapada do Buçaco ao passo que o outro, partindo do INATEL Luso, também compreende uma pequena saída da Tapada para breve exploração da Serra, com vegetação do maior interesse. Este programa fica apenas a cerca de 20 quilómetros de Coimbra, na vertente ocidental da Serra do Buçaco.

PIODÃO

Image and video hosting by TinyPicAo aceitar o desafio de caminhar com a INATEL no Piodão, além de conhecer a deslumbrante aldeia presépio da Serra do Açor, irá percorrer cercanias espantosas de remota ruralidade, através de testemunhos de paisagem inesquecível, do monte ao vale, tão perto, num primeiro percurso, até à Ribeira de Chãs de Égua. E, num circuito mais exigente, caminhar entre a Aldeia do Xisto da Benfeita e a Mata da Margaraça, passando pela cascata da Fraga da Pena.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório