Sociedade

Reino Unido proíbe 2 anúncios com fotos manipuladas

NULL
Versão para impressão
O Reino Unido proibiu dois anúncios publicitários de cosméticos que utilizavam fotos da atriz Julia Roberts e da modelo Christy Turlington manipuladas por computador, sob a acusação de que a publicidade era “enganosa”, avança a BBC Brasil.

Os anúncios da Lancôme e Maybelline (pertencentes à empresa de produtos de cosmética L'Oreal) foram retirados por decisão do Órgão Regulador da Publicidade Britânica.

As imagens foram consideradas exageradas, não sendo “representativas dos resultados que os produtos podem alcançar”, afirma, citado pela BBC Brasil, Jo Swinson, do partido Liberal Democrata Britânico. 

Referindo-se às consequências deste tipo de manipulação, Jo Swinson sublinhou que “há um quadro abrangente de mulheres jovens, entre os 16 e os 21 anos, que consideram fazer cirurgias de cosmética” salientando ainda que “o número de distúrbios alimentares dobraram nos últimos 15 anos”.

A empresa L'Oreal, depois de ter sido obrigada a retirar todos os anúncios publicitários de circulação, confirmou que as imagens foram manipuladas mas recusou que os anúncios tivessem intenção de enganar os consumidores.

Em 2010, o Órgão Regulador da Publicidade Britânica recebeu outra denúncia contra a L'Oreal, relacionada com um produto de cabelo onde a imagem estaria exagerada. No entanto, este caso acabou por ser rejeitado. 

Clique no link acima para ver um vídeo da Dove que ilustra a manipulação de imagem utilizada sistematicamente na publicidade.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório