Ambiente

Recorde: Portugal viveu 4 dias só com energia renovável

Na semana passada, Portugal consumiu exclusivamente eletricidade gerada por fontes renováveis, durante quatro dias seguidos. Um recorde absoluto desde que Portugal aposta na produção de energia sustentável.
Versão para impressão
Na semana passada, Portugal consumiu exclusivamente eletricidade gerada por fontes renováveis, durante quatro dias seguidos. Um recorde absoluto desde que Portugal aposta na produção de energia sustentável.
 
A informação foi avançada com base nos dados das Redes Energéticas Nacionais (REN) que a ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável, em colaboração com a Associação Portuguesa de Energias Renováveis (APREN), analisou. Segundo a ZERO, este marco representa um "recorde muito importante" para a autonomia energética do país.

Segundo aquela associação, o consumo de eletricidade em Portugal foi assegurado integralmente por fontes renováveis durante mais de 4 dias seguidos (mais precisamente, entre as 6:45h da manhã de sábado, dia 7 de maio, e as 17:45h de quarta-feira, dia 11 de maio). 
 

“Tal correspondeu a um total de 107 horas seguidas onde não foi preciso recorrer a nenhuma fonte de produção de eletricidade não renovável, em particular à produção em centrais térmicas a carvão ou a gás natural”, revela a ZERO numa nota de imprensa.

Durante todo esse tempo, Portugal conseguiu que as necessidades do consumo do país tivessem sido asseguradas a 100% a partir de fontes de produção de origem renovável, além de ter conseguido exportar uma percentagem significativa de eletricidade, quer de origem exclusivamente renovável, quer complementada nalguns casos por fontes não renováveis.

Associação defende aposta na energia solar

“Se chuva e vento permitem estes recordes na Primavera, torna-se imperioso fomentar e avaliar as mais-‘valias do aproveitamento da energia do sol e, assim, assegurar que no Verão também tenhamos contribuições significativas de fontes de energia não emissoras de gases poluentes”, defende a associação.


De acordo com a ZERO, estes dados provam que Portugal pode ser mais ambicioso numa transição para um consumo de energia elétrica 100% renovável, com enormes reduções das emissões de gases com efeito de estufa, causadoras do aquecimento global e consequentes alterações climáticas.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório