Ambiente

Recorde de municípios adere à Hora do Planeta

Portugal adere, pelo terceiro ano consecutivo, à iniciativa "Hora do Planeta". Este ano, no dia 26 de março, às 20h30, dezenas de municípios, instituições e empresas vão apagar as luzes durante 60 minutos.
Versão para impressão
Portugal adere, pelo terceiro ano consecutivo, à iniciativa “Hora do Planeta”. Este ano, no dia 26 de março, às 20h30, dezenas de municípios, instituições e empresas vão apagar as luzes durante 60 minutos.

O objetivo da “Hora do Planeta” é levar os cidadãos a desligarem as luzes, a partilharem histórias e ações que beneficiem a Terra (através da internet) e a adoptarem comportamentos sustentáveis diariamente, como explica a WWF, a associação ambientalista promotora da iniciativa.

Ângela Morgado, daquela organização, referiu à agência Lusa que a última contabilização “já ia nos 81 municípios aderentes em Portugal, a maior parte cidades, ou seja, quase um terço das autarquias, o que representa um recorde relativamente aos anos anteriores. A organização espera ainda a adesão de mais autarquias.

Embora seja difícil fazer uma previsão, com um terço de municípios, a porta-voz da WWF em Portugal estima que entre um a dois milhões de pessoas desliguem as luzes no sábado em Portugal. O número poderá chegar às centenas de milhões em todo o mundo.

Quanto aos monumentos que se espera que fiquem às escuras na Hora do Planeta “são em Lisboa os mais emblemáticos”, como o Mosteiro dos Jerónimos, Ponte 25 de Abril, Cristo Rei (Almada), Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos ou Castelo de S. Jorge.

As novidades este ano são “as duas estações [ferroviárias], de Santa Apolónia e do Rossio, o Teatro D. Maria II e o Aqueduto das Águas Livres”, avançou Ângela Morgado, acrescentando alguns monumentos simbólicos fora da capital, como a Sé de Évora ou a Sé de Faro.



A iniciativa conta ainda com a adesão de empresas e outras entidades, como a Escola de Saúde Pública de Coimbra, que divulgam a Hora do Planeta, além de prometerem desligar as luzes ou reduzir e adaptar a intensidade da eletricidade naquele momento.

Nepal, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Vietname, Finlândia, África do Sul, Japão, China, Turquia, Hungria são alguns dos países que participam na iniciativa. No site do evento é possível ir acompanhando os países que vão aderir à Hora do Planeta e também consultar e deixar ideias para um mundo mais sustentável.

A WWF é uma organização independente de conservação da natureza, com quase cinco milhões de membros em mais de 100 países.

Clique aqui para saber mais.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub