Sociedade

Re-food: Recolha de sobras já deu 6.000 refeições

NULL
Versão para impressão

Recolher as sobras de refeições dos restaurantes e redirecionar esses alimentos para quem mais precisa é o objetivo da Re-food. Em apenas 6 meses, a organização sem fins lucrativos já providenciou cerca de 6.000 refeições, em Lisboa, com um orçamento de apenas 600 euros.

O projeto Re-food foi criado por um grupo de voluntários com a missão de redirecionar sobras de refeições para pessoas que passam fome, explica a página oficial da organização.

O objetivo é diminuir a fome no ambiente urbano ao “entregar” sobras de refeições diretamente às pessoas carenciadas que se encontram mais próximas das fontes de doações.

O Re-food teve início em 2010, em sete quarteirões da junta de freguesia de Nossa Senhora de Fátima, e pretende agora estender-se a outras freguesias. Atualmente conta com cerca de 30 restaurantes aderentes.

A angariação e distribuição

A Re-food criou uma “Ponte humana” que liga quem tem uma “sobra diária”, com quem tem uma “necessidade diária”. As entregas são feitas a pé ou de bicicleta.

O grupo de jovens voluntários responsáveis pela iniciativa em Portugal ganhou o “Prémio Voluntariado Jovem Montepio” entre 121 ideias de voluntariado que foram a concurso.  

Através desta iniciativa, a organização tem como objetivo transformar Lisboa na primeira capital europeia sem desperdício alimentar.

Clique AQUI para conhecer o projeto.

[Notícia sugerida por Rita Lemos] 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório