Inovação e Tecnologia

Puri: Garrafa transforma água do mar em água potável

Por enquanto ainda se trata apenas de um conceito mas, caso a teoria se venha a tornar realidade, esta garrafa pode revolucionar o mundo. A Puri promete purificar água do mar em três simples passos podendo, assim, salvar a vida de milhares de pessoas
Versão para impressão
Por enquanto ainda se trata apenas de um conceito mas, caso a teoria se venha a tornar realidade, esta garrafa pode revolucionar o mundo. A Puri promete purificar água do mar em três simples passos podendo, assim, salvar a vida de milhares de pessoas.
 
Converter água do mar em água potável é um processo complexo e dispendioso. Apesar deste líquido cobrir três quartos da superfície do nosso planeta, mais de 90% dessa água é salgada.

Por este motivo há ainda milhares de pessoas sem acesso à água potável, um problema que afeta também a produção agrícola, nos países onde há falta de água para regar as terras. Além disso, há também muitas situações de emergência, no alto mar, onde as pessoas acabam por falecer vítimas de desidratação, isto apesar de estarem rodeadas de água.
 


Existem várias técnicas para tornar a água dos mares potável através da mão humana mas só um é utilizado com alguma eficácia. A osmose inversa, que é utilizada em certos países e navios, consiste em passar a água por uma membrana permeável à agua mas impermeável aos sais.

O que torna este processo complicado é que, para a osmose inversa ocorrer, a passagem da água tem ser sujeita a uma pressão muito elevada. 

 
Contudo, um grupo de alunos da Universidade de Yonsei (Coreia do Sul) promete adaptar esta tecnologia industrial a uma garrafa muito simples e elegante que pode ser usada, por exemplo, nos barcos salva vidas. 
 
No seu interior, o protótipo da garrafa Puri, desenhada por Younsun Kim, Kangkyung Lee, Byungsoo Kim and Minji Kim, está dividida em dois compartimentos. Uma das divisões recebe a água salgada que depois é bombeada, a alta pressão e através de uma membrana, para o outro compartimento, já livre de sal. Nessa altura, a água estará pronta a consumir. 
 
A engenhosa invenção foi destaca no site Yanko Design, com  mais de 1.8 milhões de utilizadores mensais, e é uma das finalistas do prestigiado prémio de design IDEA.

Apesar do sucesso que conquistou entre os utilizadores, muitos criticam a garrafa Puri por considerarem que a bomba no seu interior não consegue bombear a água com força suficiente para que a osmose inversa seja bem-sucedida.

Notícia sugerida por Andreia Ventura e Maria da Luz

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub