Sociedade

Pulseiras grátis para localização de crianças

Um novo sistema promete facilitar e agilizar a localização de crianças perdidas durante o Verão através da distribuição gratuita de pulseiras, tornando mais rápido o reencontro com os pais. O programa 'Estou Aqui!' foi apresentado esta quinta-feira
Versão para impressão

Um novo sistema promete facilitar e agilizar a localização de crianças perdidas durante o Verão através da distribuição gratuita de pulseiras, tornando “mais rápido” o reencontro com os pais. O programa 'Estou Aqui!' foi apresentado esta quinta-feira pela PSP.

As cinco mil pulseiras podem ser levantadas pelos pais nas esquadras da PSP de todo o país, sendo a ativação do pedido feito através da página da Internet do programa (https://estouaqui.mai.gov.pt/Pages/default.aspx.) com o preenchimento de uma base de dados.

O porta-voz da PSP, comissário Paulo Flor, explicou à Lusa que cada pulseira “é única”, sendo atribuída a cada uma um número diferente, que, apesar de ser percetível, só pode ser lido pela PSP através da base de dados.

Em caso de desaparecimento da criança e através de uma chamada para o 112, serão acionados os mecanismos necessários de comunicação com as forças de segurança, que enviarão para o local do desaparecimento da criança uma patrulha policial.

O porta-voz da PSP adiantou igualmente que as pulseiras se destinam principalmente às crianças nas faixas etárias mais vulneráveis, nomeadamente entre os dois e os cinco anos.

“Se a criança desaparecida tiver uma forma de identificação e se essa identificação estiver na posse da PSP, o processo é mais fácil. Nós garantimos que é uma questão de um minuto entre conseguir identificar a criança através da pulseira e contactar os pais”, sustentou.

As cinco mil pulseiras vão ser distribuídas sobretudo nas áreas metropolitanas de Lisboa, Porto e Setúbal, além dos postos de turismo da PSP do Algarve e junto às praias e zonas turísticas.

12.491 casos de desaparecimento em quatro anos

Entre 2006 e 2010, a PSP registou 12.491 casos de desaparecimento de crianças e adolescentes, sendo a taxa de reaparecimento de 97 por cento. Porém, no caso de crianças até aos 12 anos, a taxa de reaparecimento é de 99 por cento.

A PSP escolheu o Verão para esta iniciativa, que decorre entre início de Julho e 15 de Setembro, uma vez que é nesta altura do ano que as crianças estão mais expostas aos perigos e há mais situações de desaparecimento.

O programa é feito em parceria com a Fundação PT, RFM e UTIS (Unidade de Tecnologias de Informação de Segurança).

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório