Sociedade

PSP dá formação para prevenir suicídio de polícias

A PSP vai dar ações de formação interna para que os polícias estejam mais atentos ao comportamento dos colegas com o objetivo de prevenir o suicídio.
Versão para impressão
A PSP vai dar ações de formação interna para que os polícias estejam mais atentos ao comportamento dos colegas com o objetivo de prevenir o suicídio, que foi a causa da morte de 21 agentes nos últimos cinco anos.
 
Estas ações vão realizar-se ao longo de 2012 em todos os comandos do país e destinam-se “a pessoas que têm um contacto diário e permanente com quem anda no terreno”, conforme adiantou à Lusa o chefe do gabinete de psicologia da PSP, Fernando Passos.
 
Os alvos são, portanto, comandantes de esquadras e adjuntos, graduados de serviços e supervisores ocasionais. “É um projeto ambicioso e pretende-se chegar às bases”, afirmou Fernando Passos, acrescentando que “a calendarização está praticamente concluída e [a formação] vai iniciar-se muito brevemente no terreno”.
 
A importância destas ações prende-se como facto de, segundo referiu o responsável, o número de suicídios nas forças policiais corresponder, na sua maioria, “a indivíduos sem qualquer indicação ou suspeição de que isso pudesse vir a acontecer”.
 
Em 2011, o gabinete de psicologia da PSP realizou, em média, 22 consultas diárias, o que representa um aumento de 13% face ao ano anterior, sendo os problemas de adaptação e sentimentais os que mais atormentam os agentes da polícia.
 
Porém, no entender de Fernando Passos, este aumento “não é novo” já que a subida das consultas se tem verificado nos últimos anos por conta do alargamento do número de locais de atendimento e da sua divulgação.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório