Saúde

Proteína de pele de sapo regula vasos sanguíneos

NULL
Versão para impressão

Os cientistas da Universidade de Queen's, em Belfast (Irlanda), descobriram que as proteínas da pele de duas espécies de sapo têm efeitos positivos no tratamento do cancro, diabetes, derrames cerebrais e em doentes transplantados, uma vez que regulam o crescimento dos vasos sanguíneos.

O professor Chris Shaw, da universidade de farmácia de Queen's, identificou duas proteínas nas secreções da pele da Rã Macaco Cerosa (Waxy Monkey Toad) e do Sapo Gigante Barriga de Fogo (Giant Firebellied) que podem ser usadas para regular o processo de crescimento dos vasos sanguíneos.

“A proteína na pele de Rã Macaco Cerosa tem o potencial de eliminar células cancerígenas. A maior parte das células cancerígenas só se transformam em tumores quando se alimentam dos vasos sanguíneos. Impedir o crescimento desses vasos vai travar o desenvolvimento das células, tendo o potencial de transformar o cancro de doença terminal em doença crónica”, disse o professor Shaw em comunicado da universidade.

A pele do sapo Gigante Barriga de Fogo (Giant Firebellied)  tem o efeito contrário, ou seja, estimula o crescimento dos vasos sanguíneos. “Esta proteína tem o potencial de tratar uma grande quantidade de doenças que requerem a reparação imediata dos vasos sanguíneos, como cicatrização de feridas, órgãos transplantados, ulceras diabéticas e problemas causados por derrames cerebrais e doenças cardiovasculares”, revela o professor Chris Shaw.

O cientista e a sua equipa receberam esta segunda-feira o prémio de louvor na inovação de tratamento de doenças cardiovasculares do Centro Médico de Inovação, em Londres. Este é um dos prémios com mais prestígio da Europa no que diz respeito a tratamentos inovadores nos serviços de saúde.

 [Notícia sugerida por Raquel Baêta]

 Clique AQUI para aceder ao comunicado da universidade.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório