Negócios e Empreendorismo

Projeto quer valorizar cogumelos silvestres lusos

O objetivo é explorar o potencial desta riqueza natural, cujo preço nos mercados internacionais é muito elevado e que pode gerar retornos económicos significativos.
Versão para impressão
A BLC 3 – Plataforma para o Desenvolvimento da Região Interior Centro e a Universidade de Coimbra uniram-se num projeto biotecnológico com o propósito de explorar o potencial económico de uma das maiores riquezas escondidas nos ecossistemas florestais portugueses: os cogumelos silvestres.
 
O projeto vai ser, este mês, candidatado em QREN, através do “Compete – Programa Operacional Fatores de Competitividade” e tem por objetivo fomentar, na região interior centro do país, “a produção de inóculo de cogumelos silvestres nativos e investigar as condições para a produção de trufas – fungos do solo que formam cogumelos subterrâneos, cujo preço nos mercados internacionais varia entre os 400 e os 500 euros por quilo”, explica a BLC 3. 
 
A iniciativa resulta de uma articulação entre esta plataforma, o Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra e a Voz da Natureza, uma empresa com actividade na área da investigação científica e tecnológica para o desenvolvimento de produtos inovadores).

Pretende-se, assim, impulsionar a criação de uma nova economia regional valorizando o território e os seus recursos, o que poderá passar pelo nascimento de um Centro de Micologia Aplicada. 

 
A BLC 3 alerta para o facto de a exportação deste tipo de produtos constituir um grande potencial, pelo que será útil seguir os exemplos de países como Espanha, França e Itália e criar, em Portugal, fluxos comerciais significativos nesta área – que até agora não existem – gerando atividades empresariais com elevado retorno económico. 
 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório