Negócios e Empreendorismo

Projeto quer revalorizar Pêra Passa

NULL
Versão para impressão
A Plataforma para o Desenvolvimento da Região Interior Centro (BLC 3) candidatou aos fundos comunitários da União Europeia um projeto para a valorização de uma das maiores riquezas da zona: a Pêra de S. Bartolomeu, também conhecida por Pêra Passa.
 
O projeto inovador corresponde a um investimento de cerca de 700 mil euros, assumindo-se como uma tentativa de salvar o fruto que quase desapareceu por falta de apostas na tecnologia.
 
Dado que os frutos secos são muito populares, a BLC 3 quer instituir um novo “modus operandi” para a promoção da Pêra Passa. De acordo com o site da Plataforma, o projeto em causa prevê a criação de uma unidade piloto que descasca, desidrata, espalma e embala as peras, automatizando todo o circuito que vai desde a produção até à entrada na cadeira comercial.
 
O propósito é que os testes realizados na unidade piloto permitam, no futuro, a industrialização daquela que consideram ser uma “grande riqueza regional” e a sua recuperação para o mercado nacional e internacional.
 
Atualmente, num processo que continua a recorrer a métodos ancestrais, produz-se meia dúzia de toneladas de Pêra de S. Bartolomeu por ano. A principal zona de produção do fruto situa-se nos concelhos de Oliveira do Hospital, Tábua, Seia e em algumas freguesias dos concelhos de Viseu, Nelas, Gouveia, Mangualde e Santa Comba Dão.
 
[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório