Negócios e Empreendorismo

Produção de azeite alentejano aumentou 19%

Os lagares do Alentejo produziram 33 mil toneladas na última campanha olivícola, o que corresponde a um aumento de 19% em relação à anterior.
Versão para impressão
Os lagares do Alentejo, região portuguesa com a maior produção de azeite, produziram 33 mil toneladas na última campanha olivícola, o que representa um aumento de 19% em relação à anterior. Os dados foram avançados este fim-de-semana por Henrique Herculano, do Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo. 
 
Os números, ainda provisórios, apontam para a apanha, na campanha de 2011/2012, de “cerca de 210 mil toneladas” de azeitona nos 165 mil hectares de olival da região. Segundo o responsável, esta é uma quantidade “ligeiramente superior” à registada na campanha anterior, quando tinham sido apanhadas “cerca de 200 mil toneladas”.
 
Henrique Herculano informou também que, a partir da azeitona apanhada, os cerca de 60 lagares alentejanos produziram “33 mil toneladas de azeite”, o que corresponde a “um aumento de 19%”.

O especialista considerou que “em termos de produção, foi uma boa campanha, com boa produtividade”, embora tenha frisado que a qualidade da azeitona que, em Outubro, era “boa”, decresceu “a partir das chuvas de Novembro”.

 
Henrique Herculano mostrou preocupação quanto à atual situação de seca que “com certeza irá afettar” a produção de azeitona na próxima campanha de 2012/2013 e, eventualmente, a seguinte. No entanto, “a extensão das quebras de produção” à campanha de 2013/2014 “dependerá muito da chuva que cair nos próximos meses”, concluiu.

[Notícia sugerida por Sofia Baptista]

 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório