Negócios e Empreendorismo

Primeiro restaurante português abre as portas em Seúl

Em Seul, na Coreia do Sul, abriu aquele que é o primeiro restaurante português no país. Pelo nome 'Taverna de Portugal', o mesmo abriu as portas há cerca de um mês por vontade do chef Agostinho da Silva e da mulher, nativa, Heerah Lee.
Versão para impressão
Em Seul, na Coreia do Sul, abriu aquele que é o primeiro restaurante português no país. Pelo nome 'Taverna de Portugal', o mesmo abriu as portas há cerca de um mês por vontade do chef Agostinho da Silva e da mulher, nativa, Heerah Lee.
 
A ideia já andava a ser trabalhada há dois anos, com “receitas da minha madrinha e da minha avó”, conta o português à Lusa. Antes de se aventurar na culinária tipicamente lusa, Agostinho dedicava-se aos pratos italianos e franceses. Agora, a aposta recai sobre francesinhas, cachorros à portuguesa e frango assado com piri-piri, todas elas confeções caseiras.
 
Há seis semanas aberta e com um menu ainda limitado, o objetivo da 'Taverna de Portugal' é ampliar a carta de escolhas disponíveis e oferecer sabores como o arroz de marisco. Tudo de maneira a que o negócio, com os seus 20 lugares à mesa, avance e consiga trazer ainda mais ingredientes de Portugal.
 
Para já, o resultados são “bastante positivos”, com “95% dos clientes a gostar da comida”  servida no restaurante, localizado na zona de Hongdae, famosa entre os mais jovens.

Apesar das dificuldades para abrir o restaurante, o cozinheiro português diz gostar de Seul, por ser uma cidade mais sossegada do que Londres, onde já trabalhou. Portugal, por seu lado, não era uma opção, devido à situação económica atual.

Notícia sugerida por Patrícia Guedes

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub