Ciência

Primeira licenciatura em Química Medicinal

As Faculdades de Ciência e Tecnologia, Farmácia e Medicina da Universidade de Coimbra (UC) associaram-se para a criação da primeira licenciatura portuguesa em Química Medicinal. A ser aprovada pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superio
Versão para impressão
As Faculdades de Ciência e Tecnologia, Farmácia e Medicina da Universidade de Coimbra (UC) associaram-se para a criação da primeira licenciatura portuguesa em Química Medicinal. A aguardar aprovação da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior, a licenciatura será “orientada para a descoberta de novos medicamentos”.

A informação foi divulgada pela Lusa e o coordenador Luís Arnaut acrescenta ainda que a licenciatura, a abrir já no próximo ano letivo, terá um numerus clausus de 30 alunos.

Considerando que a indústria farmacêutica portuguesa constitui-se “essencialmente de genéricos” e que é necessário produzir “melhores medicamentos para aumentar a qualidade de vida das pessoas – e esses não são os genéricos, mas sim os medicamentos inovadores, proprietários (de marca)”, Luís Arnaut acredita que a licenciatura “surge, por isso, em boa altura”.

O corpo docente, que conta com o diretor da Faculdade de Farmácia e o presidente do Conselho de Administração dos Hospitais da Universidade de Coimbra, pretende formar cientistas que possam acrescentar valor aos medicamentos do futuro.

A indústria farmacêutica ganharia, assim, “recursos humanos para que possa passar para um processo mais inventivo”, refere Luís Arnaut.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório