i9magazine

Prémios FAZ: Concurso estimulou empreendedorismo nacional

Versão para impressão

Este evento resultou de uma parceria entre a Fundação Calouste Gulbenkian e a COTEC Portugal. Os discursos de abertura estiveram a cargo do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que presidiu ao evento, o Presidente do Conselho de Administração da Fundação Calouste Gulbenkian, Artur Santos Silva, e o Presidente da Direção da COTEC, Francisco Lacerda.

Valorizar o papel dos portugueses da diáspora e reconhecer o valor acrescido que as suas iniciativas proporcionam ao país, tendo em conta a sua sustentabilidade, foram dois dos objetivos do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa. O Presidente da COTEC, Jorge Portugal, acredita que “o evento cumpriu todos os nossos objetivos. Pretendíamos passar a ideia de que nunca é tarde para empreender, uma vez que na diáspora existem empreendedores com idades compreendidas entre os 20 e os 60 anos”.

O orador falou da importância de não ter medo de arriscar e sublinhou que “para aproveitarmos as oportunidades da globalização temos de ir lá para fora; temos de ultrapassar os nossos bloqueios mentais e físicos e ir à procura de explorar o mundo; temos de ser portugueses, preservando a nossa identidade, mas sem medo de arriscar e ser cidadãos do mundo”.

Por sua vez, o IOP – Ideias de Origem Portuguesa premiou as dez melhores ideias que foram a concurso e que se destacaram nas áreas de Ambiente e Sustentabilidade, Inclusão Social, Diálogo Cultural e Envelhecimento. Além dos cidadãos residentes, a iniciativa esteve aberta a todos aos emigrantes lusos.Captura de ecrã 2016-06-23, às 15.11.43

Luís Jerónimo, Gestor de Projeto e responsável pelo Ideias de Origem Portuguesa, acredita que a emigração pode ser vista como “uma oportunidade” uma vez que “desde a primeira edição já tivemos 450 ideias de projetos, num total de 1200 participantes oriundos de cerca de 50 países”. Quanto ao balanço da quinta edição do evento revelou que “é francamente positivo, pois muitos projetos, vencedores ou não, estão no ativo, o que prova que somos 15 milhões de portugueses em todo o mundo”.

O FAZ – Ideias de Origem Portuguesa consiste num concurso que tem como objetivo encontrar e promover projetos nas áreas do Ambiente e Sustentabilidade, Inclusão Social, Diálogo Cultural e Envelhecimento. É uma iniciativa da Fundação Calouste Gulbenkian com enfoque no empreendedorismo social. Pretende desafiar todos os portugueses na diáspora a terem ideias, talento e vontade para fazer mais e melhor. Destina-se, também, a todos os portugueses que estão no estrangeiro mas que desejam participar na cultura portuguesa, através de uma cidadania ativa, envolvente e participativa.

Os participantes tiveram de juntar uma equipa de três pessoas que incluísse um português ou lusodescendente residente no estrangeiro; realizar um vídeo com um discurso poderoso e convincente; e – por fim – passar a palavra, manter as pessoas atualizadas e envolvidas, promovendo o debate.

//www.faz.com.pt

O conteúdo Prémios FAZ: Concurso estimulou empreendedorismo nacional aparece primeiro em i9 magazine.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub