Inovação e Tecnologia

Prémio mundial para quadros das escolas lusas

A empresa portuguesa Nautilus foi distinguida pela terceira vez consecutiva com o Worlddidact, o maior prémio mundial na área da tecnologia aplicada à educação. Desta feita, o prémio foi atribuído às estações interativas Netboard 2.1, que visam subst
Versão para impressão
A empresa portuguesa Nautilus foi distinguida pela terceira vez consecutiva com o Worlddidact, o maior prémio mundial na área da tecnologia aplicada à educação. Desta feita, o prémio foi atribuído às estações interativas Netboard 2.1, que visam substituir, no futuro, os tradicionais quadros de ardósia das salas de aula.

Além de agregar, num quadro interativo, um computador e um videoprojetor para apresentações multimédia, a estação Netboard 2.1 é amiga do ambiente, uma vez que o seu sistema de elevação não necessita de energia elétrica para funcionar, servindo-se antes de um êmbolo hidráulico.

De acordo com a agência Lusa, existem, neste momento, cerca de nove mil estações interativas NetBoard em cerca de duas mil escolas portuguesas do segundo e terceiro ciclos e do secundário.

Qualidade, segurança, impacto ambiental, design, inovação pedagógica, inovação tecnológica e rácio custo/performance, foram os critérios de avaliação do júri para a atribuição deste prémio, que ocorre de dois em dois anos.

O Worlddidact já havia sido concedido à empresa portuguesa em 2008, com o Netboard, e em 2006, com as mesas interactivas Uni_Net.

[Notícia sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório