Sociedade

Portugueses voltam a gozar todos os feriados

Os portugueses vão voltar a gozar os quatro feriados que tinham sido anulados do calendário em 2013. O primeiro feriado 'ressuscitado' assinala-se em Junho, no Corpo de Deus.
Versão para impressão
Os portugueses vão voltar a gozar os quatro feriados que tinham sido anulados do calendário em 2013. O primeiro feriado 'ressuscitado' assinala-se em Maio, quando se comemora o Corpo de Deus.
 
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta sexta-feira o decreto-lei que restabelece os dois feriados religiosos e dois feriados civis que tinham saído do calendário nos últimos três anos. 
 
“Sabendo, embora, que a nova lei pode, porventura, ter implicações económicas e financeiras não quantificadas, atendendo à alteração do contexto que a motivou, o Presidente da República promulgou hoje” o decreto da Assembleia da República que restabelece os quatro feriados, lê-se numa nota da Presidência da República.
 
Corpo de Deus (feriado com data móvel celebrado em Maio ou Junho), 5 de Outubro (Implantação da República), 1 de Novembro (Dia de Todos os Santos) e 1 de Dezembro (Restauração da Independência após 60 anos de domínio espanhol) são os quatro feriados que foram repostos.
 
Em 2013, o Governo da coligação PSD-CDS suprimiu estes feriados com o objetivo de combater a crise e aumentar a produtividade dos trabalhadores portugueses. Na altura, a medida foi fortemente contestada pela oposição e por outros agentes políticos e económicos. 
 
É o caso do presidente da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), João Vieira Lopes, que afirmou recentemente que “não se notou qualquer alteração significativa” na economia em geral com o corte dos feriados.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório