Sociedade

Portugueses percorrem a Patagónia em bicicleta

NULL
Versão para impressão

Uma dupla de aventureiros portugueses decidiu premiar a Operação Nariz Vermelho pelo trabalho desenvolvido a distribuir sorrisos. Para isso vão percorrer a Patagónia de bicicleta, numa viagem que tem como objetivo angariar 2.200 euros para o grupo de palhaços que visitam crianças hospitalizadas por todo o país.

Filomena Gomes e Ricardo Mendes publicaram a sua ideia no site de “crowdfundig”, uma plataforma que visa apoiar projetos e financiá-los. Todos podem contribuir, basta que se tornem membros.

A Patagónia Luso-Expedition, nome que os portugueses deram à expedição, obteve até ao momento 5% do apoio necessário, como pode ver-se no site. Para conquistar o seu objetivo a dupla pretende arrecadar um euro por cada quilómetro percorrido.

Rodeados pela cordilheira dos Andes, vão atravessar a Patagónia e a conhecida Terra do Fogo, num percurso entre o Chile e a Argentina. A fazer-lhe companhia vão estar glaciares, cumes gelados e extensas planícies, tudo para chegarem à cidade austral de Ushuaia, como explicam aos quantos quiserem apoiar a ideia.

Percorrer a mesma ditância que o Doutor Palhaço

Todo o dinheiro angariado reverte para a Operação Nariz Vermelho, uma instituição de solidariedade social composta por uma equipa de palhaços profissionais que atuam em hospitais.

A missão destes doutores dos sorrisos é prestar um cuidado continuado às crianças hospitalizadas e apoiar também os familiares e profissionais de saúde. Atualmente a equipa da ONV está presente em 12 hospitais espalhados um pouco por todo o país. As cidades onde atuam são Lisboa, Coimbra, Porto e Braga.

Filomena Gomes e Ricardo Mendes não escolheram o roteiro da viagem ao acaso. Os 2200 quilómetros simbolizam a distância que cada Doutor Palhaço percorre num ano, nas suas visitas a hospitais.

“Anualmente o Doutor Palhaço percorre mais de 2000 quilómetros nos corredores dos hospitais que visita, transformando o seu itinerário em cada passo que dá e em cada sorriso que receita”, explicam no site.

Quanto ao caminho que vão percorrer ainda não têm a certeza. “O itinerário exato é difícil de pormenorizar e não passa de um rascunho porque os famosos ventos patagónicos são um fator limitador da quilometragem diária”.

Além da Patagónia Luso-Expedition, o site PPL está, neste momento, a apoiar outros projetos Destaca-se a produção de um CD para o artista Capitão Capitão, um estudo sobre uma “casa inteligente”, associada à poupança energética e ainda um pedido de apoio para a publicação de um livro infantil d'”A Formiga Juju”.

Clique AQUI para visitar o site da Patagónia Luso-Expedition.

[Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes]  

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório