Ciência

Portugueses fornecem software a satélites da UE

A empresa tecnológica portuguesa "Critical Software" está a fornecer software para os satélites Sentinel do programa da União Europeia de Observação da Terra e Monitorização Global do Ambiente e da Segurança (GMES).
Versão para impressão
[Fotografia: ESA-J. Huart]

A empresa tecnológica portuguesa “Critical Software” está a fornecer software para os satélites Sentinel do programa da União Europeia de Observação da Terra e Monitorização Global do Ambiente e da Segurança (GMES).

Os contratos para fornecimento do software para os satélites têm um valor de quatro milhões de euros, envolvem 30 engenheiros da empresa em diferentes estágios de desenvolvimento do programa, com a duração prevista de dois anos.

“Fomos escolhidos, entre uma concorrência cerrada, pela nossa capacidade técnica e de gestão, apoiados por um sistema de gestão da qualidade certificado para operar”, afirmou, citado pela Lusa, Bruno Carvalho, diretor de novos negócios da empresa.

Os satélites Sentinel são uma das peças essenciais da componente espacial da GMES que está a ser desenvolvida sob a supervisão da Agência Espacial Europeia. O objetivo é obter dados que permitam analisar as mudanças do planeta e do clima, o papel desempenhado pela atividades humanas nessas mudanças e como essas alterações vão mudar os hábitos diários das pessoas.

A componente espacial da GMES é composta por cinco tipos de novos satélites, chamados Sentinel, que estão a ser desenvolvidos pela Agência Espacial Europeia, com missões que incluem a recolha de imagens por terra, mar e monitorização da atmosfera.

Os três primeiros Sentinel estão atualmente a ser desenvolvidas, estando o lançamento do Sentinel-1 programado para o final de 2012 e o Sentinel-1b uns anos mais tarde.

O objetivo da missão do Sentinel-2 é a cobertura sistemática da superfície terrestre do planeta, para produzir imagens livres de nuvens sobre a Europa, e deverá ser lançado para o espaço no final de 2012.

O Sentinel-3, cuja missão visa determinar a topografia da superfície do mar, a temperatura da superfície da terra, deverá ser lançado em 2013.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório