Saúde

Portugueses criam programa inédito contra a obesidade

Uma equipa de investigadores da Universidade de Coimbra está a desenvolver um "programa inovador de combate à obesidade", que recorre a elementos de programas já aplicados com sucesso nos EUA e no Reino Unido.
Versão para impressão
Uma equipa de investigadores da Universidade de Coimbra está a desenvolver um “programa inovador de combate à obesidade”, que recorre a elementos de programas já aplicados com sucesso nos EUA e no Reino Unido.   

Pelo nome 'BeFree', o projeto de investigação pretende “provar a eficácia de um programa inovador de intervenção em obesidade e dificuldades no controlo alimentar”, através da promoção de “novas formas de as mulheres se relacionarem com a alimentação e com as suas emoções”.   

Sérgio Carvalho, um dos investigadores envolvidos no projeto, refere que o objetivo passa por “melhorar o controlo alimentar e a qualidade de vida dos utentes”. Para isso, são fornecidas “ferramentas e competências estratégicas para uma gestão emocional eficaz, ajudando a regular os episódios de descontrolo alimentar”.  

O especialista sublinha que há vários estudos a indicar que a “existência de episódios de descontrolo alimentar está associada a quadros clínicos de obesidade mais severos e a uma maior dificuldade em perder peso”. 

Nesse sentido, esta equipa do Centro de Investigação do Núcleo de Estudos e Intervenção Cognitivo-Comportamental da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra decidiu deitar mãos à obra e desenvolver o 'BeFree', um projeto criado de raíz com recurso a “elementos de programas aplicados com sucesso nos EUA e no Reino Unido”.

Para o estudo, os especialistas estão à procura de “mulheres voluntárias para seguirem o plano com uma duração de três meses”. As interessadas devem ter idades entre os 18 e os 55 anos, ser residentes no distrito de Coimbra e apresentar situações de obesidade, excesso de peso e dificuldades no controlo alimentar. 

As inscrições, gratuitas, podem ser feitas por AQUI ou através do número 239 851 464, sendo o programa financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub