Em Destaque Sociedade

Portuguesa enfrenta o Mediterrâneo para ajudar refugiados

O projeto solidário tem como nome “Brazadas de Vida”
Versão para impressão
por redação

Quatro nadadoras, três espanholas e uma portuguesa, vão participar numa ação solidária para ajudar os refugiados que atravessam o Mediterrâneo. Esta atividade irá realizar-se durante seis horas, entre as ilhas de Formentera e Ibiza.

A única nadadora portuguesa diz que o “objetivo é reunir 10.800 euros que correspondem às 10.800 braçadas que calculamos que cada uma terá de dar para percorrer os 18 quilómetros que separam as duas ilhas Baleares”. A quantia “será entregue à Proactiva Open Arms – uma Organização Não Governamental (ONG), com sede em Barcelona, especializada em salvamento marítimo e que intervém no mar Mediterrâneo com operações de resgate de milhares de refugiados que procuram uma nova vida”.

A jovem natural de Viana do Castelo refere que para “além da doação, agradecemos que nos enviem uma mensagem pessoal, que nos servirá de ajuda nos momentos mais duros da travessia. Serão 10.800 as braçadas que nos levarão ao destino”.

Celia Pascual, de Huelva, Marina Martinez, de Villena e Nuria Consuerga, de Madrid, são as espanholas que vão fazer parte deste projeto intitulado “Brazadas de Vida” e que está marcado para 30 de setembro.

A portuguesa explicou que o projeto começou a ganhar forma durante uma competição de natação na qual as nadadoras achavam que poderiam “ir mais além do que as simples travessias que nadávamos. Queríamos que tivesse um impacto positivo na sociedade e não ficar apenas com as lembranças e as fotografias bonitas de mais uma travessia em águas abertas. Foi assim que decidimos centrar todo o esforço e energia nesta prova”.

A nadadora portuguesa explicou que conheceu a “Proactiva Open Arms” através de uma notícia que contava a história do dono de uma empresa de salvamento marítimo que, perante a tragédia que se vivia no Mediterrâneo, investiu as suas poupanças para criar uma ONG para salvar estas vidas que não tinham por que perder-se no mar”.

Saiba mais informações aqui.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório